[Resenha Livros] “Conversa Mole, Vida Dura” – Manoel Lobato

E foi dada a largada para oficializar a categoria “Resenhas de Livros” aqui do blog. Já tinha falado sobre alguns livros aqui antes, mas agora esse será um tema bem recorrente por aqui.

Hoje é dia de falar sobre Manoel Lobato, e o “Conversa Mole, Vida Dura”.


img_20170705_084706692.jpg

Título: Conversa Mole, Vida Dura – Crônicas Selecionadas
Autor: Manoel Lobato
Ilustrador: Sebastião Nuvens
Páginas: 80
Editora: Edições Dubolsinho

O livro ‘Conversa Mole, Vida Dura’, é uma seleção incrível de crônicas escritas por Manoel Lobato para o jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

São mais de 30 crônicas curtinhas, mas de um peso incrível. Manoel mostra não só histórias engraçadas com resultados inesperados em textos como “Trocas de carta sem maldade alguma” (página 42), “Em se tentando, tudo dá dinheiro” (página 44), “Calicismo, anglicismo, cismas linguisticas” (página 67), como também grandes lições de vida. Destaque para “Esqueceu a marmita em casa” (página 07), “Família de José: mulher e sete filhos” (página 38), “Aprendizagem nas três corridas de táxi” (página 49).

A sensibilidade é vista nos pequenos detalhes do dia a dia, como o ninho de passarinhos no xaxim da varanda, o beijo não dado no primeiro amor, o fantasma de uma mulher que dividiu fatos incríveis de sua vida sofrida com o autor.

O poder de invadir o coração do leitor é incrível. Impossível não se emocionar, ou mesmo, não se ver ou ver alguém que conhecemos nessa obra.

IMG_20170706_083723777

E se prepare para lapidar seu vocabulário. Talvez por sua formação em Direito, ou por ter vivido no tempo em que falar e escrever bem era quase que obrigatório, as palavras fora do nosso comum nos prendem cada vez mais aos textos, enriquecendo seu estilo e nosso repertório.

Enfim, um ótimo livro para jovens e adultos que buscam textos rápidos, mas ao mesmo tempo, cheios de conteúdo e profundidade.

Mais sobre o autor: Formado em Farmácia, exerceu profissão por mais de 40 anos. Também jornalista desde os tempos de universitário no Rio de Janeiro, então capital da República, foi repórter e cronista do matutino já desaparecido Folha Carioca. Aposentou-se como redator do Minas Gerais, diário oficial do Estado. Desde 1996 escreve crônicas no jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Bacharel em Direito, advogou poucos anos. Publicou, além desta, outra coletânea de crônicas, Sagrada Família, sobre o bairro onde mora. Publicou ainda 16 outros livros para adultos.Em literatura infanto-juvenil é autor de Cordão de Prata, sem segunda edição, pela Dubolsinho, editora da qual é cotista-fundador.

Agradeço ao Coletivo Editorial pelo carinho de ter enviado um livro tão gostoso de viver. (sim, livro a gente lê e vive kkk)

Para adquirir o livro, só clicar aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha Livros] “Conversa Mole, Vida Dura” – Manoel Lobato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s