Artistas transformam estrias em arte

Um post sobre estrias, kintsugi e a beleza da imperfeição

Esses tempos recebi uma daquelas mensagens tipo spam no whatsapp. Sabe aquelas mensagens que vem em forma de textão, do tipo que recebíamos em .ppt com música nos nossos e-mail há alguns anos =P

Então, a mensagem falava sobre uma tradição japonesa de colar pedaços de cerâmica com ouro. E isso fazia cada peça ser única e bela por conta da história da sua imperfeição.

Fui procurar saber mais e descobri que a tal mensagem era cheia de verdades: o Kintsugi é uma técnica japonesa para consertar objetos de cerâmica quebrados ou com rachaduras usando resina de árvore laca e pó de ouro. No final do século XV, o xogum Ashikaga Yoshimasa enviou seus potes favoritos de chá para que fossem consertados na China. Não gostou do resultado, e buscou no Japão artesãos que pudessem reparar as peças com qualidade. Foi então que a técnica surgiu. Cada peça ‘reformada’ era admirada pela história que suas marcas contavam.

E o que isso tem a ver com as estrias que assombram as mulheres há anos?
Tudo, minha gente. TUDO.

Acho que nunca se viveu uma cobrança e uma busca tão louca pela perfeição de corpos. Ignora-se a beleza das marcas que adquirimos ao longo da vida. O que são estrias? São marcas das coisas que vivemos: seja a saída da infância para a adolescência, seja o resultado de algumas semanas de bolos de chocolate a mais com as amigas, ou ainda, gerar um novo ser. Por mais que muitas achem feias, as marcas contam nossa história.

E foi pensando nisso que duas artistas transformaram essas marcas em arte, para que outras mulheres pudessem se olhar com amor, ver suas marcas como lembranças de boas histórias e se aceitassem.

A paquistanesa Sara Shakeel faz colagens interessantes utilizando o Photoshop. A série de fotos em que ela troca as estrias por glitter é simplesmente linda.

Na mesma linha, a espanhola Cinta Tort Cartró pinta as estrias com tinta, deixando marcas coloridas únicas:

Assim como a cerâmica japonesa são mais valiosas por suas marcas e imperfeições, nós também somos. Olhe para tudo o que passou para ganhar suas marcas. Se elas te fazem infeliz, não há problema nenhum em querer apagá-las. Mas lembre-se que você é muito mais que isso, e um olhar de amor para você mesma faz uma grande diferença.

A imperfeição é sempre muito mais bela pois conta histórias incríveis. Ame-se.

Anúncios

2 comentários sobre “Artistas transformam estrias em arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s